• Andrey Daher Coelho

[Review] Disgaea 6: Defiance of Destiny para Nintendo Switch

O primeiro jogo DISGAEA novo em seis anos finalmente chegou! Conheça Zed, um zumbi que subiu acima de todos, exceto de um: um Deus da Destruição!



Pode um mero zumbi da Netherworld levantar-se e destruir um deus? Descubra na mais recente edição da série DISGAEA! Características tais como Super Reencarnação, visuais em 3D (pela primeira nesta série), e configurações do jogo ajustáveis fazem deste o jogo perfeito para ambos os novos e antigos fãs de Disgaea!


Talvez a maior mudança de todas para a série desta vez sejam os novos modelos 3D. Eu não tinha certeza do quanto a comunidade poderia apreciar se afastar da linda arte 2d pela qual a série é conhecida, mas os personagens ousados ​​e brilhantes e ataques especiais chamativos ficaram incríveis neste novo estilo.



A NIS incluiu algumas opções de desempenho para o jogo, dando a opção aos jogadores de jogar com gráficos mais bonitos e uma menor taxa de quadros, ou de jogar com gráficos mais embaçados e com uma taxa de quadros mais alta.


Sobre a história do jogo, a narrativa principal segue um menino zumbi chamado Zed, que está decidido a matar um deus da destruição sem nome que aterroriza o Netherworld. Zed não é inicialmente um grande lutador, e ele é morto com bastante facilidade quase todas as vezes que confronta seu oponente. Felizmente, Zed tem o poder de “reencarnar” toda vez que morre e fica um pouco mais poderoso a cada vez que volta à vida.(Uma das novidades do jogo). A história não é e nunca foi o ponto forte de toda a série Disgaea, e aqui não é diferente. O jogo substitui uma história séria por uma mais engraçada, como sempre vimos na série, então fiquem tranquilos que aquele humor padrão vai continuar vivo aqui dood !



O gameplay continua padrão como um jogo tático, e isso é ótimo! O game dessa vez parece ser mais equilibrado no sentido de não ter um exagerado número de personagens igual na entrada anterior, algo que poderia confundir até mesmo alguns jogadores mais experientes. Aqui eles conseguiram balancear a jogabilidade de modo que vá agradar tanto aos jogadores mais novos como os mais experientes. Os combos estão presentes e a profundidade dos combates vai aumentando conforme você progride.


Há também uma câmara do senado no centro principal onde monstros e demônios de vários partidos políticos fictícios votam nas regras do jogo. Se você quiser ganhar mais experiência ou desbloquear um novo tipo de classe, terá que aprovar um projeto de lei por maioria de votos. Ou, em outro exemplo, há uma “Cheat Shop” onde você pode marcar para cima ou para baixo marcadores específicos de progresso. Então, se você preferir ganhar mais dinheiro depois de cada batalha, você pode diminuir a quantidade de experiência de habilidade que seus personagens ganham em média e aumentar a quantidade de dinheiro.



Disgaea 6 é um jogo que você pode jogar numa boa pela campanha principal, mas se você for do tipo complecionista, então se prepare,pois o limite de nível é, sem brincadeira, definido em 99.999.999 e você pode eventualmente causar 10.000.000.000.000.000 de danos em um único ataque. Para atingir esse tipo de número e ser capaz de assumir o tipo de conteúdo que o enorme final de jogo tem a oferecer, você deve estar pronto para "quebrar" o jogo inteiro da maneira que ele o encoraja a fazer, e isso cria um experiência estratégica diferente de tudo o que existe hoje.



Novidades na qualidade de vida do jogo também foram adicionadas nessa nova entrada e um novo recurso chamado “Inteligência Demoníaca”, que permite a você programar cada personagem em sua equipe com um sistema lógico extremamente profundo que imita o sistema de Gambit em Final Fantasy XII . Com isso, você pode especificar as ações que deseja que os personagens executem em situações específicas, o que faz o jogo ter menos tédio por não ter que navegar manualmente pelos menus e selecionar ações para cada personagem em cada turno.


O som do jogo também é algo muito legal e original como sempre, mas infelizmente para nós que somos fãs brasileiros, o jogo não está em português, então é bom deixar isso em evidência para que não tenha nenhuma confusão antes de comprar.



Veredito

Disgaea 6 é um jogo que conta com diversas novidades na série mas que não perde suas origens. Um jogo que vai agradar tanto os fãs de longa data, assim como novos jogadores que podem vir a querer conhecer a série. Gráficos em 3D pela primeira vez dão um toque especial no jogo, novas mecânicas, melhorias na qualidade de vida, uma história engraçada e acima de tudo, um gameplay maravilhoso para qualquer amante de jogos tatics não colocar defeito. A possibilidade de mudança gráfica por parte do jogador, para priorizar os gráficos bonitos ou uma taxa de quadros maior, é algo que admiro muito e adoraria que todos os jogos tivesse essa opção. O game oferece centenas de horas de gameplay e se torna um prato cheio pros amantes de rpg tatic.

Nota: 9/10
0 comentário