• Andrey Daher Coelho

[Review] Sakuna: Of Rice and Ruin - Uma viajem especial na mitologia japonesa no Nintendo Switch

Arroz é Poder!



A deusa da colheita estragada, Sakuna, foi banida de sua opulenta casa celestial para

uma ilha invadida por demônios. Na selva indomada, ela deve redescobrir seu direito de nascença como filha de um deus guerreiro e da deusa da colheita, resistindo aos elementos, lutando contra monstros e cultivando arroz, a fonte de seu poder. Ao lado dela, neste lugar proibitivo, está seu guardião Tama e um grupo de humanos rejeitados. Juntos, esses companheiros improváveis ​​devem dar as mãos para domar o solo e os demônios da Ilha Hinoe. Desenvolvido pela Edelweiss, a equipe indie por trás do aclamado Astebreed, Sakuna: Of Rice and Ruin combina ação side-scrolling com artesanato profundo e cultivo de arroz em um conto poderoso sobre como encontrar seu lugar no mundo.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

- Ação de plataforma aprimorada de rolagem lateral Usando ferramentas de fazenda como armas, encadeie ataques rápidos, pesados ​​e especiais para derrubar feras demoníacas, enquanto domina o mágico “traje divino” será essencial para agarrar plataformas distantes, escapar do perigo e superar inimigos poderosos. - Jogabilidade detalhada no estilo de simulação 3D Aprenda a antiga arte da agricultura seguindo etapas detalhadas do plantio à colheita para cultivar a safra perfeita. Como uma deusa da colheita, a força de Sakuna cresce a cada safra de arroz, com atributos como estética e sabor diretamente correlacionados com suas habilidades de combate. - Criando um Lar na Terra Selvagem

Os companheiros mortais de Sakuna fazem armas, armaduras e refeições para ela usando os materiais e ingredientes que ela reúne em suas aventuras, e completar missões para eles desbloqueará ainda mais opções. - Uma nova visão da mitologia japonesa A heroína é parte de um panteão de deuses e demônios inspirado na mitologia tradicional japonesa, mas com muitas reviravoltas exclusivas. A história e o mundo estão repletos de detalhes representados com amor, alguns familiares e outros completamente originais.



A Marvelous e Xseed estão fazendo um excelente trabalho em trazer jogos de simulação de fazenda para Nintendo Switch, como por exemplo a série Story of Seasons, mas desta vez eles foram ainda além e misturaram elementos de plantio e colheita em um jogo de RPG sidescrolling baseado na mitologia japonesa.


Um dos maiores pontos fortes do jogo é a maneira como ele salta para frente e para trás entre a jogabilidade de ação e os segmentos de agricultura muito rapidamente, garantindo que, por um longo tempo, nenhuma das atividades se torne o foco esmagador. O jogo segue um ciclo dia / noite, com cada dia durando pouco menos de dez minutos em tempo real. Embora seja possível aventurar-se à noite, existem incentivos para seguir um cronograma regular: Sakuna só completará certas tarefas agrícolas durante o dia, e os monstros se tornam incrivelmente mais perigosos na calada da noite.



Iniciar uma sequência de jantar todas as noites e descansar também têm suas vantagens, manifestadas por meio de colisões temporárias de estatísticas e buffs benéficos. A rotina rapidamente parece natural, e isso dá um tom de envolvimento diário muito interessante ao jogo.


Com a passagem de cada ciclo, vem a mudança das estações e dos padrões climáticos, e o jogo dá especial importância a cada um deles, ao mesmo tempo que altera esteticamente todos os estágios para refleti-los. Embora o inverno gelado, por exemplo, não altere a forma como os estágios de ação se desenrolam, aderir a uma programação sazonal sensata é importante para obter o máximo da colheita anual de arroz. Há uma simplicidade elegante em como a equipe de desenvolvimento encontrou uma maneira de manter o jogador envolvido em cada etapa do cultivo em profundidade e, ao mesmo tempo, tornou-o incrivelmente fácil de acompanhar.



Todos os estágios do ciclo da cultura como lavrar e fertilizar o solo, plantar as sementes, regular o volume da água e a temperatura no arroz, colher, secar e descascar - podem ser realizados com apenas alguns apertos de botão simples, afinal as colheitas são muito importantes no jogo, pois é aqui que Sakuna fica mais forte a cada nova colheita.



O objetivo em cada uma das quatro regiões da ilha - floresta, rio, vulcão e o forte inimigo - é limpar o máximo de objetivos de cada fase para desbloquear novas zonas e, eventualmente, encontrar e derrotar o chefe da região. Isso, então, leva a história para o próximo capítulo. Apesar da agricultura girar em torno das estações do ano, não há um período definido de tempo em que cada região deve ser concluída, nem um limite para a frequência com que os estágios individuais podem ser repetidos para cumprir objetivos anteriormente perdidos.



Assim, quase sempre há um sentimento de progressão no lado da ação das coisas, algo muito positivo pois os jogadores sempre se sentem como que a cada dia algo novo foi feito para progredir com o personagem e história.


Os gráficos do jogo são muito bonitos e tem uma característica única, graças ao traço dos personagens e dos cenários. O jogo roda bem tanto na TV como no modo portátil do Nintendo Switch, o que é maravilhoso para quem não quiser perder um minuto de gameplay.


O som do jogo também é muito legal e com músicas próprias, além de uma sonoplastia que faz bem o seu trabalho, dando uma imersão e uma atmosfera maravilhosa ao jogo. Infelizmente o jogo não conta com o suporte ao português.



Veredito

Sakuna: of Rice and Ruin é um jogo maravilhoso! Um RPG onde nós conseguimos misturar elementos de colheita e plantio, juntamente com criação de armas, plataforma sidescrolling, elementos metroidvania e batalhas contra chefões. O senso de progressão do jogo é muito legal e te dá aquela liberdade típica dos simuladores de vida, onde você tem q gerenciar o tempo do seu dia a dia assim como as estações do ano. A história é focada na mitologia japonesa, mas não espere uma história muito complexa e aprofundada pois o foco realmente é na experiência de viver cada dia e sentir seu personagem evoluindo, superando obstáculos e tirando lições sobre a vida. É um jogo divertido e uma joia que precisa ser conhecida por mais pessoas que são fãs desse gênero de RPG e Simulação de plantação. Obrigatório para os usuários de Nintendo Switch que amam o gênero, é uma obra de arte, uma poesia em forma de jogo.

Nota: 9/10
0 comentário