• Andrey Daher Coelho

Yoku's Island Express, um jogo "metroidvania pinball" feito do avesso para todas as idades

Em uma video-conferência de emprego, tive um problema de conexão e que levaria 1 hora para consertar. Nesse intervalo, peguei meu Switch para distrair um pouco a ansiedade do momento e decidi jogar um jogo recém-comprado na promoção da Eshop chamado Yoku's Island Express.


Bem, você começa como um inseto (pra mim é uma formiga ou joaninha) que vai em direção a uma ilha e acaba sendo levado pela onda do mar em uma ilha deserta 


Tudo no ritmo tropical e trivial, diferente dos jogos atuais que vemos hoje.


Andando a frente, você encontra um Pterodáctil chamado "Posterodactyl" (ri muito com o nome) que ao conversar com ele, descobre que ele é o antigo carteiro da ilha e que você vai assumir o seu novo posto e para começar, precisaria entregar o distintivo na vila.


Ao pegar o distintivo, o jogo mostrou de maneira ilustrativa a localização atual e para aonde você devo ir.

Isso me gerou um sentimento de descoberta e do que ele tem para me oferecer

Um detalhe interessante é que parece que você fica amarrado a uma bola estranha e você anda de lá para cá, coleta umas frutas e ao realizar o tutorial de apertar ZL e ZR e ao ver a alavanca acionar, um "eureka" surgiu na mente e me alegrei positivamente, pois esse jogo tem elementos de pinball.


Pinball é um elemento que sempre vemos em muitos jogos (Sonic, Pokemon, etc) porém muito difícil colocar dentro do contexto por ser muito engessado, mas nesse jogo é excelente... Você joga pinball, se diverte, e ainda explora o mapa igual o Metroid, além de oferecer acessos especiais igual Castlevania.


Foi um grande achado esse jogo, pois alem da temática diferente, a música é bonita e os gráficos são bem atrativos. Eu só tive 40 minutos de jogatina, mas olha só o quanto eu avancei.

Veredito, fazia um tempo que um jogo "indie" não me surpreendia assim, o meu último foi o Hollow Knight, a qual consegui finalizar com 100% e mais de 35 horas de jogatina para entender e desvendar a história, o Yoku é divertido e irreverente, conseguiu tirar minha ansiedade do momento e com certeza vai tirar a sua.

Esse jogo me fez lembrar da época em que eu ia comprar pão na esquina e jogava uma partida de flipperama com o troco e sempre terminava com um bom e velho pinball, uma ótima indicação para todos os públicos.

Eu não garanto passar no processo seletivo, mas garanto que o jogo merece ser comprado e baixado para jogar no modo portátil, pois é um dos grandes títulos com comandos fáceis para serem usados no modo portátil do Switch.


Deives F. Nepomuceno


  • Página do Facebook
  • Twitter - The Games
  • Canal The Games - Nintendo
  • Instagram

    Gostou da leitura? Doe agora e me ajude a proporcionar notícias e análises aos meus leitores  

© Criado por Andrey Daher Coelho.