• Andrey Daher Coelho

[Especial DOOM 64] Aos 23 anos, Doom 64 ganha um Maravilhoso Remaster

Atualizado: Abr 2



Olá pessoal, hoje venho lhes trazer um especial um tanto diferente, trata-se de Doom 64. Para quem não sabe, durante a década de 90, Doom 64 chegou como um título inédito que por muitos é ate hoje chamado de o "verdadeiro Doom 3". Doom 64 é na verdade Doom 64, um game único da franquia, que é repleto de terror, mistério, ação, puzzles e muita....muita carnificina. Em uma época em que console Nintendo era considerado para crianças, o Nintendo 64 trouxe muitos títulos adultos e realmente violentos, então vamos falar sobre Doom 64.



Doom 64 é um jogo de tiro em primeira pessoa lançado para o Nintendo 64 em 31 de Março de 1997 pela Midway Games, tendo sido supervisionado pela Id Software durante seu desenvolvimento. A Nintendo já havia recebido os títulos de Doom em seus consoles anteriores, mas Doom 64 era único, justamente por ser exclusivo e ter seus eventos acontecendo logo após aos dois jogos anteriores.



O jogo se passa após o término dos eventos ocorridos em Doom 2, com o único Marine sobrevivente retornando para a terra. Os demônios, no entanto, continuam soltos nos corredores e complexos abandonados dos satélites Phobos e Deimos.(Nomes dados aos satélites naturais de Marte). Em uma tentativa desesperada de acabar com todos os monstros que habitam o local, o exército decidiu bombardear os satélites com radiação extrema na esperança de eliminar todas as monstruosidades. Inicialmente, foi um sucesso, mas alguma coisa sobreviveu a explosão. A radiação impediu os sensores militares de detectarem tal forma de vida, e permitiu que esta passasse sem que fosse notada. A misteriosa entidade, tendo capacidade de ressuscitar qualquer demônio que visse, recriou uma horda inteira de criaturas e fez com que essas ficassem mais fortes do que nunca.

Um grupo de Marines foi ordenado a conter os exércitos de demônios, mas foi brutalmente abatido. O jogador é o único membro restante deste grupo de soldados.

Alterações foram feitas ao motor gráfico do Doom original fazendo o Doom 64 um jogo que utiliza um motor gráfico dos dois jogos anteriores para utilização no game, adicionando alguns elementos de jogabilidade e melhores gráficos em 3d.


Algumas curiosidades sobre o desenvolvimento do jogo:


Doom 64 foi desenvolvido pela Midway Games nos estúdios de San Diego sob supervisão da Id Software, a principal desenvolvedora da franquia Doom. O desenvolvimento do jogo começou no fim de 1994.Inicialmente, a Midway Games tinha como objetivo o de lançar o jogo com o título The Absolution, mas optou por Doom 64 devido ao reconhecimento da marca, e o título The Absolution foi reutilizado para o último mapa do jogo. A Midway Games desejava incluir todos os inimigos dos jogos originais, bem como alguns extras e mapas adicionais no produto final, mas com curtos prazos para entregar o jogo e o pouco espaço disponível nos cartuchos de Nintendo 64, foram determinantes para impedir essa possibilidade. A Midway afirma que um multiplayer não foi incluso porque a Nintendo não disponibilizou os devidos recursos de programação para isso. A desenvolvedora ainda justifica que isso poderia ter sido devido à lentidões em jogos de multiplayer presentes nos games daquele período e a competitiva natureza do estilo de jogo split-screen:"Todos sabem que a melhor parte de um multiplayer é não saber onde seu oponente está", afirmou um representante da Midway Games, "e com um multiplayer em tela dividida, todos podem identificar facilmente onde seus oponentes estão."


A música e os efeitos sonoros do Doom 64 foram inteiramente feitas por Aubrey Hodges, responsável também por ter feito os efeitos sonoros e trilha sonora da versão do port de Doom para o PlayStation. A equipe responsável por Doom 64 cogitou na possibilidade de um Doom 64 parte dois não muito tempo após o lançamento deste, mas descartou a ideia em virtude do "motor gráfico do Doom ser obsoleto" e os jogadores estarem dando mais atenção a jogos como Quake e shooters inteiramente em 3D.

Felizmente DOOM 64 se tornou um clássico e recebemos ontem no dia 20 de Março de 2020, um remaster do game para Nintendo Switch, PS4, Xbox One e PC. O game conta com gráficos limpos em 1080p, o que trás uma nitidez muito maior ao jogo, além novas opçoes gráficas como o uso de anti aliasing, aumentar o campo de visão e para os interessados, o game possui conquistas e até mesmo uma nova fase feita especialmente para essa versão, onde liga o game diretamente ao novo DOOM Eternal. DOOM hoje em dia é uma franquia presente no console atual da Nintendo, depois de um longo período afastado e tem feito todo o sucesso que merece na plataforma. Atualmente a Bethesda declarou que a versão do novo game, DOOM Eternal, sairá em breve no Nintendo Switch e valerá apena a espera, pois o game está incrível. Estaremos presenciando a volta dessa franquia maravilhosa para sua casa no Nintendo Switch, local que na minha opinião, ela jamais deveria ter saído devido à seu legado de fãs, tanto na época do Super Nintendo, quanto no Nintendo 64.

Mas e vocês leitores, o que acham de Doom 64 e de toda a franquia? Se ainda não jogou essa edição remasterizada, ela esta altamente recomendada e tem o preço de 4.99 dólares na Nintendo eShop.


Para quem quiser conferir, ontem fizemos uma live de gameplay do início do jogo remasterizado no Nintendo Switch, e você pode conferir logo abaixo! Não se esqueçam do like, se inscrever no canal e ativar o sininho para receber as notificações de vídeos novos!




  • Página do Facebook
  • Twitter - The Games
  • Canal The Games - Nintendo
  • Instagram

    Gostou da leitura? Doe agora e me ajude a proporcionar notícias e análises aos meus leitores  

© Criado por Andrey Daher Coelho.