• Andrey Daher Coelho

Análise/Review - Going Under para Nintendo Switch



Going Under é um dungeon crawler satírico sobre como explorar as ruínas amaldiçoadas de startups de tecnologia falidas.


Como estagiário não remunerado na cidade distópica de Neo-Cascadia, você empunhará o lixo do escritório como arma enquanto avança pelas masmorras de procedimentos incomuns sob o campus de sua empresa. [O futuro é uma loucura] Negócios falidos não deixam simplesmente de existir - eles afundam na terra, e seus funcionários são amaldiçoados a vagar pelos corredores pela eternidade como monstros. É seu dever tirar esses monstros de seu sofrimento e retomar seus bens - para que seu chefe possa comprar um carro novo ou algo assim.

[Nem todos os heróis recebem contracheques] Batalha pelos restos de startups fracassadas com o tema de trabalhadores de show, sites de namoro e criptomoeda. Descubra os verdadeiros motivos de seu empregador, uma startup de bebidas carbonatadas conhecida como Fizzle, e sua empresa-mãe, um fabricante de caixas de assinatura com um exército de drones úteis para transporte. Faça amizade com seus colegas de trabalho! Contrate um goblin freelance! Namore um lodo! Invista em criptografia! Coloque fogo em um veículo compartilhado! [Lute com flexibilidade] Nas masmorras de Going Under, quase tudo pode ser usado como arma, de laptops a vassouras e travesseiros corporais. Armas adequadas também podem ser encontradas, mas até elas podem quebrar a qualquer momento se você não tomar cuidado. Jogar com cautela e escolher a arma certa para a situação são essenciais se você pretende sobreviver ao estágio.

[Patrões horríveis] E você pensou que seu chefe era um monstro. No fundo das masmorras se escondem os fundadores das malditas startups, enriquecendo com os investimentos enquanto seus funcionários lutam entre si. Derrote-os e volte à superfície com suas relíquias encantadas para fortalecer a empresa para a qual você trabalha. [Ganhe dinheiro com a experiência] Conforme você explora, você encontrará habilidades poderosas que mudam a maneira como você joga. Aprenda-os no Café e eles aparecerão nas próximas corridas nas dungeons. Combine várias habilidades para sinergias loucas e você estará limpando a casa em um piscar de olhos.

[Um mundo de personagens] Complete tarefas para seus colegas de trabalho para ganhar Clout com eles e desbloquear seus bônus exclusivos. Saiba mais sobre Neo-Cascadia, as origens de Fizzle e como o império de navegação drone conhecido como Cubicle passou a dominar a cidade. Você pode salvar sua empresa e a si mesmo de afundar para sempre?


Características principais do Going Under :

· Lute contra os fracassos: batalha através das masmorras satíricas de restos gerados processualmente de start-ups de tecnologia malsucedidos e amaldiçoados sob as entranhas de Fizzle

· Tudo é uma arma: vasos de plantas, lápis gigantes, laptops e até almofadas corporais são armas para Jackie enquanto ela enfrenta monstros criados a partir de ex-funcionários de empresas iniciantes fracassadas

· Aumente as habilidades e a sinergia: Combine as habilidades compradas no café (subsidiado) da empresa para obter uma seleção de sinergias de superação de monstros e pensamento azul!

· Aprenda com seus mentores: conclua tarefas para colegas de trabalho, desbloqueie-os como mentores e obtenha acesso às suas habilidades poderosas

· Quebre o teto de vidro: Supere os CEOs enlouquecidos de poder de masmorras com base em sites de namoro, recrutadores gigantescos e criptomoedas para ajudar a impulsionar os resultados financeiros de seu empregador.



Os gráficos do jogo são bem originais, combinando uma arte bem única, com traços de características próprias, e que propositalmente não buscam ser voltados a realidade, mas sim em algo distópico e surreal. O que não é algo ruim, pelo contrário, dá uma originalidade ideal para o game, que por sua proposta em si já é algo bem diferente, mas se torna algo bem colorido e diferente, como uma viagem lsd em um disco dos Beatles como em Yellow Submarine.


O som do game faz bem a sua parte, não é nada de espetacular, mas também não compromete, ele cumpre bem o seu papel no jogo. Infelizmente não temos o suporte da linguagem em português.


O gameplay do jogo é basicamente um roguelike com mapas gerados proceduralmente mas com um estilo de arte único e que dá uma identidade própria ao jogo, em terceira pessoa, com um estilo que lembra um pouco os jogos isométricos dungeon crawlers.



Veredito

Going Under é um game muito original e diferenciado. Pode não ser um jogo para todo mundo, mas sem dúvidas é um jogo para ficar no radar dos players que curtem jogos roguelike, indies "diferentões" com pitadas de humor e foco na diversão. O preço é um dos atrativos do jogo, pois custa apenas 19 dólares e pode ser uma ótima opção para quem busca um jogo indie diferente, mas realmente não é um jogo para todos.

Nota: 7,5/10
  • Página do Facebook
  • Twitter - The Games
  • Canal The Games - Nintendo
  • Instagram

    Gostou da leitura? Doe agora e me ajude a proporcionar notícias e análises aos meus leitores  

© Criado por Andrey Daher Coelho.