• Andrey Daher Coelho

[Análise/Review] La-Mulana 1 e 2 para Nintendo Switch


Seu destino aguarda em La-Mulana 1 ! Assuma o controle da arqueóloga Lemeza Kosugi e navegue por quebra-cabeças, armadilhas e Guardiões mortais para reivindicar o Tesouro Secreto da Vida. Você precisará de inteligência, reflexos rápidos e, o mais importante, toda a coragem que conseguir. Você conseguirá desvendar os segredos de La-Mulana ou será vítima dos perigos que o cercam?

Em La-Mulana 2, o renomado arqueólogo Lemeza Kosugi desapareceu e apenas sua filha Lumisa pode encontrá-lo! Entre no Eg-Lana, uma versão invertida das lendárias ruínas de La-Mulana. Pense rápido, aja rápido e agite com força, a fim de superar armadilhas perigosas e quebra-cabeças elaborados em sua busca para descobrir segredos insondáveis. O que você encontrará no final de sua jornada: triunfo ou derrota?

La-Mulana é uma viagem de volta ao final dos anos 80 e inicio dos 90, completo com um protagonista de Indiana Jones e uma enorme tumba para invadir - e é tão difícil quanto um jogo lançado na época para o Nintendo 8bits.

A dificuldade é mais um efeito colateral de recriar um daqueles jogos retrô que todos nós gostávamos de odiar duas décadas atrás. Completa com barras na lateral, esta é uma recriação amorosa de títulos que apareceram também no MSX e SNES e que vergonhosamente ainda não terminamos.(e quantos jogos nós nunca terminamos daquela época eim...) Você explora uma variedade de telas, luta contra monstros, coleciona objetos e trabalha uma história auto-guiada. A jogabilidade de Metroidvania combinada com visuais clássicos cria uma experiência incrivelmente autêntica que encantará os puristas, mas agradará aqueles que desejam algo mais fresco. E me refiro aos 2 jogos quando falo isso.

mais de uma década após o lançamento do título original. Com a ajuda de um Kickstarter de muito sucesso, lançado há alguns anos, os jogadores agora podem reviver também os velhos dias de glamour 2D com La-Mulana 2. Esse foi o tempo de espera dos fãs entre os 2 títulos, mas que agora estão ambos disponíveis ao mesmo tempo no Nintendo Switch, mas com compras em separado. Prepare-se para se sentir nostálgico, reunir muita paciência e preparar-se para quebra-cabeças não tão fáceis. Nesse capítulo você usa a filha do protagonista do primeiro jogo em busca de resgatar o seu pai, e como minhas reviews não dão spoilers, eu não irei me aprofundar no enredo de nenhum dos games.

GRÁFICOS

Os gráficos são muito estilosos em ambos os jogos, parecendo com um jogo da geração 16bits. No segundo game as cores são mais vivas, incluindo o personagem principal que tem mais cores em sua arte,afinal de contas, existe um espaço de 10 anos para cada game, então é normal ter essa melhoria visual. Lembra-se daqueles bons e velhos dias 2D antes do 3D aparecer e assumir o controle? La-Mulana 2 leva você de volta no tempo, trazendo gráficos retrô de 8 bits e arte pixelada. Tudo muito bem feito, todos os personagens, inimigos e detalhes são trazidos à vida. Os desenvolvedores estão aderindo aos gráficos do original La Mulana, que eles sabem que são adorados pelos fãs. Você definitivamente se sentirá nostálgico ao jogar, pois ambos os jogos tem sua característica artística bem definida.

SOM

A trilha sonora é muito bem feita e nostálgica, assim que você abre o jogo, a trilha sonora já te deixa no clima e parece que você está voltando no tempo para jogar os clássicos de SNES no estilo Metroidvania. O game não está em português , mas mesmo assim seu som é muito original.

GAMEPLAY

O gameplay já foi descrito em muitas partes do texto acima. Se trata de um jogo metroidvania, com muitos puzzles e inimigos, chefes, para derrotar. Não tem muito a que falar mais sobre ele, uma vez que a verdadeira experiência do game está literalmente em joga-lo. Tanto La-Mulana 1 e 2 trazem o mesmo estilo de gameplay, mantendo intacta as raízes do game, que conquistaram os fãs ao longo dos anos.

VEREDITO

La-Mulana é uma série muito interessante e é muito legal ver que a NIS América trouxe para o Nintendo Switch os 2 títulos ao ocidente. Jogos no estilo metroidvania são sempre bem vindos, e jogar no Nintendo Switch dá um charme a mais, principalmente por ser um console híbrido, o jogo fica muito bom no modo portátil, assim como na TV. Minha nota de recomendação para ambos os jogos é 8,5.

#LaMulana1e2 #LAMulana #NISAmerica #NISA #Review #Análise #NintendoSwtich

  • Página do Facebook
  • Twitter - The Games
  • Canal The Games - Nintendo
  • Instagram

    Gostou da leitura? Doe agora e me ajude a proporcionar notícias e análises aos meus leitores  

© Criado por Andrey Daher Coelho.