• Andrey Daher Coelho

[Review/Análise] Darksiders Genesis para Nintendo Switch


DARKSIDERS GENESIS é um game de ação / aventura que rasga seu caminho através do inferno e volta com armas em punho e espadas balançando. O Genesis dá aos jogadores seu primeiro olhar para o mundo de DARKSIDERS antes dos eventos do jogo original. Além disso, apresenta o quarto e último cavaleiro STRIFE, bem como jogabilidade cooperativa pela primeira vez na história da franquia.

Data de lançamento: 14 de fevereiro de 2020 Nº de jogadores: até 2 jogadores Tamanho do arquivo: 9,9 GB

Editora: THQ Nordic Desenvolvedora: Airship Syndicate

GAMEPLAY

Apesar do ponto de vista da câmera sugerir algo parecido com um jogo de Diablo, Darksiders não é uma aventura focada em pilhagem de itens. Evitando o nivelamento e a experiência em favor de esferas de atualização lançadas por inimigos que aumentarão as habilidades e os atributos básicos. É um sistema fácil de entender, que também oferece uma razão para revisitar etapas repetidas vezes, pois você pode coletar orbes adicionais dos mesmos inimigos para aumentar ainda mais essas habilidades / atributos. Obviamente, também há uma série de itens e segredos colecionáveis espalhados livremente ao longo de cada estágio, alguns dos quais você não poderá acessar na primeira vez que passar por um estágio. No mais é um jogo no melhor estilo Darksiders onde mistura os 2 mundos, o dos jogos estilo isométricos como Diablo, e nos puzzles e explorações de Darksiders. O game conta com um coop de 2 players, seja de forma local com 2 switchs, ou em tela dividida no mesmo aparelho, ou online. Joguei durante 2 horas ao vivo em nosso canal, e parte do gameplay foi no modo coop online, vale apena conferir no final desta review.

GRAFICOS

Os gráficos estão bacanas na versão de Nintendo Switch. Seu visual artístico ajudará com certeza no envelhecimento sadio do jogo. Sua iluminação é bonita e o jogo trabalha com diferentes paletas de cores, algo interessante mas que nunca destoa. Os personagens também tem características marcantes que os diferenciam bem, os inimigos também foram muito bem feitos. algo que todo fã espera da franquia. Os cavalos também estão presentes no jogo, em alguns mapas com grandes áreas de exploração, é possível montar nos cavalos. A versão do Switch não deixa a desejar visualmente e entrega uma ótima experiência aos jogadores e 30 frames por segundo cravados.

ÁUDIO

O Som do jogo é muito bom como o esperado, toda a história é dublada, com cada personagem tendo voz ativa, o que diferencia o traço de personalidade de cada um. O game está legendado em português brasileiro, algo que é muito legal e tem se repetido bastante nessa geração.(É sempre legal ver jogos em português nos consoles da Nintendo). As músicas são muito bem feitas, os sons ambientes também, assim como o dos golpes e dos inimigos, tudo tem muito capricho.

VEREDITO

Darksiders Genesis é realmente o novo jogo da série que eu estava esperando. Apesar de ter mudado radicalmente o estilo de câmera adotado, eu acredito que essa entrada foi a nível dos 2 primeiros jogos da série e sua história é um presente aos fãs, pois se trata de um capítulo "zero" da história, como o próprio nome diz, é o Genesis. Seus gráficos muito bem polidos, sua mecânica com resposta precisa, um modo coop que funciona bem, além é claro do som e uma arte visual característica da série, minha nota de recomendação para o jogo é de 9.0 ,

todo dono de Nintendo Switch que ama jogos desse estilo e que é fã da saga Darksiders, precisa ter.

Fiquem com nossa live de Darksiders Genesis direto do Nintendo Switch, se inscrevam no canal se gostarem, e compartilhem com os amigos essa review. Muito obrigado a todos.

#THQNordic #DarksidersGenesis #NintendoSwtich #Review #Análise

  • Página do Facebook
  • Twitter - The Games
  • Canal The Games - Nintendo
  • Instagram

    Gostou da leitura? Doe agora e me ajude a proporcionar notícias e análises aos meus leitores  

© Criado por Andrey Daher Coelho.